0

Poema 2 - Paraíso



Paraíso
Autora: Edna Ribeiro

blogueiro - manutenção - jardim - gif - acessoriosparablog - miscelania - scraps - natureza - imagens - gifs aniamdas - lady coruja - India - banho - mascara - carlitos - agua - Wallpapers - grecia - Arts Lu A - aquario - deuses - banheira


Recordando o paraíso,
berço esplêndido e profundo,
sendo a primavera, o sorriso
que o Senhor  deixou no mundo.

Entre o muito do nada que se teve;
Entre o nada do muito que se quis;
Sempre resta um momento adequado,
magnífico, cálido e sarcástico, ...

Um sonho fracassado não é sinal de  derrota.
Uma corrida plena significa cansaço.
Canções tristes são  símbolos mórbidos.
Eternos dominantes profanaram e imolaram.

Ingratos interinos que abusaram do poder,
hoje sofrem na amargura, na infelicidade e,
na solidão plantada no passado.

Nebulosos são os sentimentos de pessoas mesquinhas ...
Que não se importam com o próximo carente.

O paraíso para alguns é o nexo entre a vida e a morte.
O paraíso para outros é a imensidão.






Acompanhe a Coletânea de poemas de Edna Ribeiro que será publicada durante o ano.



0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO QUANDO VISITAR O BLOG Edna Ribeiro - Um Olhar para o Horizonte